“Em setembro, a Huawei embarcou na estratégia de computação de dual-engine com o Kunpeng e o Ascend. Inspirados nessa estratégia, nos comprometemos a disponibilizar o poder máximo de computação ao mundo. Também lançamos o Atlas 900, o cluster de treinamento de IA mais rápido do mundo”, disse o vice-presidente sênior da Huawei e presidente da Huawei Cloud & AI Products and Services, Hou Jinlong.

“Hoje, estamos orgulhosos por ver o Atlas 900 escolhido para o projeto Peng Cheng Cloud Brain II. Ele estabelece a fundação para o Cloud Brain II. O Cloud Brain II é uma plataforma de pesquisa de IA líder do setor. A PCL reuniu muitos talentos acadêmicos e de pesquisa de IA. A Huawei irá se associar à PCL na liderança da pesquisa científica de vanguarda para um mundo inteligente”, acrescentou Hou.

Hou disse ainda: “No momento, estamos desenvolvendo o Cloud Brain II Phase 1. Acredito que, com nosso esforço conjunto, isso vai abrir o caminho para o Cloud Brain II em uma escala de 1000 PFLOPS em um futuro próximo. Estamos confiantes de que ele irá se tornar a principal plataforma de pesquisa de IA do mundo”.

O presidente do Departamento de Negócios de Computação Inteligente da Huawei, Michael Ma, disse: “A Huawei desenvolve a plataforma Atlas de computação de IA baseada em processadores Ascend, fornecendo um amplo portfólio de módulos, placas, estações de borda, servidores de IA e clusters. Nossa infraestrutura de IA para todos os cenários cobre o cloud-edge-device (nuvem-borda-dispositivo), dando suporte à inferência e treinamento de fluxo completo para aprendizagem profunda”.

“Nosso produto Atlas carro-chefe, o Atlas 900, se posiciona como o pináculo da computação de IA no mundo. A combinação do Atlas 900 com o Cloud Brain II irá embarcar em um novo capítulo para clusters de IA em escala de 1000 PFLOPS e liberar o poder magnífico da computação para promover a transformação inteligente mais rapidamente nos setores”, disse Ma.

O Peng Cheng Cloud Brain é um instrumento tecnológico essencial no campo da IA. É uma plataforma básica de pesquisa para explorar a fronteira da tecnologia da IA. Atualmente, ela ostenta um poder de computação de IA de 100 PFLOPS e deverá atingir a escala de 1000 PFLOPS no projeto do Cloud Brain II no próximo ano.

O Cloud Brain II é construído conjuntamente pela PCL e Huawei. Operando nos processadores Kunpeng e Ascend da Huawei, o cluster de IA Atlas 900 fornece poder de computação superior. A PCL desenvolve tecnologias para o Cloud Brain em 1000 PFLOPS.

O cluster de IA Atlas 900 herdou o know-how de tecnologia da Huawei de mais de uma década. Composto por milhares de processadores de IA Ascend 910, o Atlas 900 completa o treinamento de um modelo de classificação de imagem ResNet em 59,8 segundos, 10 segundos mais rápido do que o recorde mundial anterior, com a mesma precisão. A poderosa capacidade de computação do Atlas 900 faz a diferença em pesquisa científica e inovação tecnológica, tais como exploração astronômica, previsão do tempo, direção autônoma e exploração de petróleo. Destaques do Atlas 900:

  • Computação poderosa: Combinando milhares de processadores de IA Ascend 910, o Atlas 900 disponibiliza 256–1024 PFLOPS em meia precisão (FP16), que equivale ao poder de computação de 500.000 PCs. O projeto do SoC integra computação de IA, computação de propósitos gerais e funcionalidade de I/O para melhorar efetivamente a eficiência do treinamento.
  • Rede de clusters de alta velocidade: Ele dá suporte a três tipos de interfaces de rede de alta velocidade: Huawei Cache Coherence System (HCCS), PCIe 4.0 e 100G RoCE, reduzindo a latência de sincronização gradiente de 10% a 70% para um salto em eficiência do treinamento do modelo. Ele alavanca um algoritmo de switching inteligente iLossless inovador para habilitar aprendizagem e treinamento em tempo real do tráfego em toda a rede, atingindo perda zero de pacote e latência ponta a ponta de microssegundos.
  • Dissipação completa de aquecimento: o Atlas 900 usa um sistema adiabático contido em nível de gabinete, atingindo um coeficiente de resfriamento líquido de mais de 95% e uma eficácia de uso de energia (PUE – power usage effectiveness) do sistema de menos de 1,1 (uma PUE ideal é de 1,0).

Até agora, baseada em processadores de IA Ascend 910 e 310, a Huawei lançou o cluster de IA Atlas 900, o servidor de IA Atlas 800, a estação de borda de IA Atlas 500, a placa aceleradora de IA Atlas 300 e o módulo acelerador de IA Atlas 200. O portfólio holístico do Atlas fornece computação poderosa para treinamento e inferência em todos os cenários de nuvem-borda-dispositivo.

Para o futuro, a Huawei irá continuar a aumentar o investimento e a inovação em infraestrutura, tais como processadores, sistemas operacionais, bancos de dados para a indústria de computação do Kunpeng e fornecer computação de IA para a Peng Cheng Cloud Brain para, juntas, tornar realidade mais rapidamente a tecnologia de IA, para um escopo mais amplo de aplicações.

Foto – https://mma.prnewswire.com/media/1038820/Hou_Jinlong_and_Gao_Wen.jpg
Foto – https://mma.prnewswire.com/media/1038821/Michael_Ma.jpg

FONTE Huawei

SOURCE Huawei

Author

James Bregenzer writes about international trade and business. Before joining the Press Daily business newswire, James was a columnist at New York Newsday, The New York Daily News and worked as a small business reporter for United Press International.